Tráfego Patrocinado x Tráfego Orgânico: Qual o Melhor?

Por | outubro 15, 2018
tráfego patrocinado

Entrevistas podem tocar em assuntos polêmicos, como por exemplo a questão do tráfego patrocinado …

Há um tempo, eu realizei uma série de entrevistas muito agradáveis e ricas em conteúdo com os feras do empreendedorismo online.

Em uma das entrevistas, o expert em tráfego fez um comentário sobre a questão do tráfego de sites. Ele defendeu a ideia de comprar tráfego para acelerar o crescimento do seu negócio.

Esse ponto é um pouco polêmico e fruto de discussões infindáveis na blogosfera mundial, pois existem os defensores do tráfego orgânico (gratuito) e do tráfego patrocinado (pago).

Por esse motivo, resolvi escrever um artigo inteiro para falar a opinião da Nerd Rico sobre esse tema. Fazer uma avaliação fria sobre essa questão e trazer conclusões claras para você entender o que vale mais a pena para o seu negócio especificamente.

Do início: o que é tráfego orgânico e tráfego patrocinado?

O tráfego orgânico acontece quando as pessoas passam a acessar o seu site ou página em rede social, sem que você precise pagar por anúncios ou destaques pagos. As pessoas encontram você sozinhas. Sem precisar de ajuda.

Isso só é possível quando o seu site/página em redes sociais é bem rankeado nos mecanismos de buscas (aparece nas primeiras posições) e quando é muito citado por outros sites e páginas (autoridade).

O tráfego patrocinado acontece quando você precisa pagar para destacar o seu site/página em redes sociais, nos mecanismos de buscas e dentro das redes sociais. Exemplos de plataformas que te ajudam a criar campanhas para você são: Google Adwords, Facebook Ads, Lommadee, Taboola etc).

Entendido o básico, vamos agora avaliar os benefícios e contras de cada uma dessas modalidades:

Tráfego Orgânico

Benefícios: Uma vez que você consiga colocar seu site bem rankeado nos mecanismos de busca, você terá um tráfego consistente e crescente pra sempre! Sem precisar ficar investindo em anúncios para atrair seu público.

Contras: O processo é extremamente lento. Não se coloca um site bem posicionado em sites de busca de um dia para o outro. Isso pode demorar meses de trabalho muito duro.

Habilidades Necessárias: Você precisa dominar as técnicas de Otimização de sites para mecanismos de buscas (SEO) ou contratar um profissional para realizar tal tarefa. Precisa produzir MUITO conteúdo de qualidade para o Google entender que o seu site é relevante para o seu mercado e possui informações de qualidade.

Mito: Engana-se quem acredita que tráfego orgânico é melhor porque é grátis. Não é grátis. Veja, um site não aparece por acaso no topo dos resultados do Google. É fundamental aplicar técnicas de SEO nele.

E para isso você terá que investir seu dinheiro. Seja com um profissional, ou com um curso para você ou com colaboradores para produzir seu conteúdo. Ou ainda investir o seu tempo (que no meu entender, é um bem MAIS precioso do que o seu dinheiro) na execução de todo esse trabalho duro e demorado.

Atalho para o sucesso

O único jeito rápido e meteórico para você se destacar usando tráfego orgânico é se algum conteúdo seu viralizar na internet. Pode realmente acontecer, mas não conte com isso, já que as chances de algo se tornar viral são bem remotas e não existe fórmula que garanta a viralização de um conteúdo.

Tráfego Patrocinado

Benefícios: Traz resultados muito mais rápidos para o seu negócio e prospectos mais segmentados do que os vindos do tráfego orgânico.

Contras: Pode ser um método extremamente caro se você não souber o que está fazendo e se não tiver uma estratégia bem definida. Outro ponto negativo é que o tráfego pago não se sustenta, ou seja, quando você para de pagar, o trafego acaba (na sessão “atalho para o sucesso eu dou uma dica de como resolver isso)

Habilidades Necessárias: Você precisa dominar as ferramentas de campanhas do Google Adwords e do Facebook Ads (são as principais hoje em dia). Ou então contratar algum profissional para criar as campanhas para você.

Atalho para o sucesso

1) Faça um bom curso de Marketing Digital específico para anúncios na plataforma que você escolher (exemplo o Face Ads ou o Adwords). Assim, você, no mínimo, saberá o que está fazendo e saberá também pedir o que deseja ao profissional que, por ventura, venha cuidar das suas campanhas.

2) A melhor maneira de aproveitar a longo prazo os prospectos que chegam no seu site por intermédio de tráfego patrocinado é através da criação de listas de e-mail.

A estratégia que mais funciona no mercado para geração de vendas recorrentes e criação de lista é a de  investimentos em anúncios no Face Ads.

Ela é reconhecidamente eficaz porque é fácil e rápido. Uma vez que você tenha uma boa estratégia de promoção, basta operacionalizar seus anúncios e ver suas vendas acontecerem bem diante dos seus olhos.

Eu uso o termo “investimento” porque eu vejo como investimento e não gasto. Se eu estou colocando dinheiro num sistema que está me gerando vendas, se o saldo desse processo for positivo, eu ganho dinheiro. Se for negativo eu perco. Logo é um investimento.

E a estratégia certa é que garante que você nunca perda dinheiro com seus investimentos (igual acontece no mercado financeiro, quando você tem o método certo).

E aí? O que fazer?

A conclusão que você deve chegar disso tudo é que devemos ter uma estratégia clara e usar os dois métodos de forma equilibrada. Por exemplo, você pode usar o tráfego patrocinado para geração rápida de lista e criar picos de vendas no curto prazo e equilibrar as finanças.

Em paralelo, você inicia a otimização do seu site para que ele fique bem rankeado no Google e complemente a geração de tráfego patrocinado pelo longo prazo.

Ah, uma coisa que eu quero voltar a comentar contigo. Muita gente tem medo de pagar por anúncios. Não deveriam. Se você passar a enxergar as suas campanhas pagas como INVESTIMENTOS, você vai mudar seu raciocínio.

Quer ver?

Calculando o ROI

Suponha que você tenha um produto (ou um serviço) que custe R$ 400. Ou seja, cada venda que você realiza, você fatura R$ 400.

Aí, você planeja uma campanha cujo custo total será de R$ 1.000,00. Ao executá-la, você observa que essa campanha vendeu 20 unidades do seu produto de R$ 400. A partir daqui, é matemática:

20 x R$ 400 = R$ 8.000 de faturamento.

Ou seja, para um investimento de R$ 1.000,00 em campanhas pagas, a sua empresa teve um ROI (Retorno sobre o Investimento) de 800% (8 pra 1).

Agora ficou interessante, não é?

Essa estimativa pode aumentar ou diminuir para você, pois existem alguns fatores particulares do seu negócio que precisam ser levados em consideração.

Mas o fato é que, se você tiver um MÉTODO testado e comprovado que funcione, não tem porque você não ter sucesso neste seu investimento em campanhas patrocinadas.

Tenha o Método certo em Mãos

Se serve de exemplo pra você, veja isso: eu realizei 2 campanhas nos últimos 3 meses para promover produtos DIFERENTES dentro das minhas listas na Nerd Rico. Na primeira, o ROI foi de 42% em 2 semanas. Na segunda foi de (pasme!) 1200% em 3 semanas.

Bom, já escrevi muito. Acho que já deu para explicar os pontos mais importantes sobre essa polêmica envolvendo tráfego orgânico e o tráfego patrocinado.

Se você concorda com o que eu escrevi, deixe um comentário aqui embaixo. Se você não concorda, faça o mesmo. Exponha suas ideias aqui embaixo na zona de comentários e vamos discutir.

Para complementar esse assunto, eu sugiro que você se inscreva AGORA no 1º Workshop Online e Gratuito de Vendas e Lucros no Facebook.

Esse evento já começou e irá até o dia 18 de setembro, com a publicação de muito conteúdo gratuito e estudos de casos.

Se você tem algum interesse em tráfego patrocinado, então eu sugiro fortemente que você acompanhe esse workshop.

Inscrições aqui

 

Resumo
Tráfego Patrocinado x Tráfego Orgânico: Qual é o Melhor?
Título do Artigo
Tráfego Patrocinado x Tráfego Orgânico: Qual é o Melhor?
Descrição
Polêmica! Descubra os prós e os contras da geração de tráfego patrocinado (tráfego pago) e o tráfego orgânico (o que vem dos mecanismos de buscas).
Autor
Nome do Editor
Nerd Rico
Logo do Editor

13 comentários em “Tráfego Patrocinado x Tráfego Orgânico: Qual o Melhor?

  1. Adriano Brancher

    Rafael, seus comentários vão sempre ao “ponto”, muito obrigado, você tem nos ajudado a ter a “visão” clara e a “orientação” de como ver e agregar estratégias.

  2. Daniel Santos

    Excelente conteúdo Rafael!
    Eu sou da turma que defende o tráfego pago! 🙂
    Afinal de contas é bem o que você falou mesmo…
    Tempo é dinheiro! 🙂 Então pra mim, não existe tráfego grátis!
    Parabéns pelo conteúdo!

  3. Charles Salgado

    Concordo plenamente com sua conclusao Rafael, uso os dois equilibradamente com meus clientes e tenho resultados muito bom! O grande lance do trafico organico eh ficar sempre atento para as tendencias da industria do seu cliente e ir ajustando pouco a pouco!!!

    Mesmo assim, gostaria muito de assistir a essa entrevista!!!

  4. sisaque Correa.

    Muito boa matéria Rafael.
    Apesar de eu cer novo no marketing digital, com estas matéria clareiam mais as ideias de quem esta afim de realmente entrar de cabeça neste mundo digital.
    Assim como eu, precisamos de mais pessoa bostem matérias de valores como este.
    Mas eu tenho dificuldades de trafego pago devido eu não dispor de recursos para financiar.Mas apos ver as matemáticas realmente os números me convencerão da necessidade, de alguma forma arrumar dinheiro pra isto.
    E assim trafego pago pra quem esta iniciando quase sem recursos fica muito mais complicado de contratar um CEO pra gerenciar suas campanhas também.
    E quanto ao trafego orgânico eu acho que quando bem orquestrado ele auxilia de algumas forma, principalmente quem trabalha com sistema de lista de emails.

  5. Márcio Costa

    Olá Rafael, como sabe trabalho com SEO, e vejo que usar os 2 tráfegos (orgânico e pago) de forma profissional e inteligente posiciona seu negócio de forma sustentável e promissora na internet, há de se desenvolver desde o início a estratégia correta para que não se perca recursos no processo, e a estratégia correta de marketing digital nestas duas frentes serão a diferença entre o sucesso e o fracasso de seu empreendimento online. O apoio de um profissional qualificado trará o peso dos resultados no ombro, e já vi empresas que gastaram mais de R$ 20.000 em links patrocinados, quebraram e não tiveram resultados porque acharam que podiam gerenciar por conta própria suas campanhas e estratégias de marketing digital.

  6. William

    Bem legal o Artigo Rafael.
    Uma sacada que eu tenho usado é usar o facebook ads com remarketing, é uma forma de tráfego pago que sai bem mais barato.
    Abs!

  7. Paulo

    Excelente me mostrou o caminho das pedras, é como se estivesse posto um óculos no meus olhos. Agora enxergo.

  8. Vera

    Olá Rafael, ótimo post. Gostaria de assistir a entrevista, tentei me cadastrar, mas não consegui. Esta questão do tráfego pago é super importante. Não basta pagar, é preciso saber como fazer.

    O site de nossa empresa está bem posicionado apenas no Google regional, não sei ainda como mudar isso. Sei que precisamos um ótimo profissional também para fazer mudanças no site. Precisamos de um site que seja mais interativo.
    Grata pelas dicas.

  9. Rodneix

    Oi Rafael, excelente post colocando as diferenças entre o trafego patrocinado e o orgânico.

    Uma coisa interessante a ser mencionada é que o grande Google é o “dono da bola” e as vezes ele pode ser muito “evil”.

    Uma mudança no algorítimo é só gente chorando que caiu no ranking das SERP, que as visitas caíram e que o faturamento com AdSense caiu, e por aí vai.

    Outra coisa importante é que eu andei fazendo alguns teste com algumas palavras-chave concorridas e pude observar que nas SERP vem primeiro 3 resultados patrocinados que dependendo da posição do monitor você não consegue diferenciar dos resultados organicos, seguido por resultados de imagens e depois somente o resultado organico.

    Em alguns casos para ver o resultado organico temos que utilizar a barra para descer até os resultados.

    Com isso tudo indica que o Google está privilegiando os resultados pagos, pois é daí que sai o seu dinheiro.

    4 dicas importantes é que:
    1 – Devemos construir uma lista de e-mails responsiva, pois por mais que tentaram matá-lo (inclusive o Google com seu desastroso Google Wave), ele está mais vivo do que nunca, e pelo que eu estou vendo vai ser por muito tempo acessado e é a forma mais eficiente de contato com as pessoas que gostam do seu conteúdo, produtos, serviços, etc.

    2 – Investir em trafego pago Facebook Ads e Google Adwords, pois a busca do Google tem privilegiado as buscas pagas. Desde que a pessoa saiba o que está fazendo, vale a pena investir 1000,00 BRL para ganhar 8000,00 BRL conforme citado no exemplo do post.

    3 – Investir em redes sociais, pois as mesmas provaram ser uma boa fonte de trafego.

    4 – Investir em SEO e levar em consideração o tempo que leva para ter resultados.

    O ideal é fazer isso tudo sempre buscando ter o e-mail dos seus prospects.

    Apenas uma opinião

    Abraço e sucesso

    Rodnei Silva | Seu Dinheiro Na Internet

  10. Cassiano

    Para quem está no inicio como eu não tenho condições de trazer tráfego pago, estou a muito custo e batendo cabeça kkkk para colocar esse meu primeiro site http://paraoalto.com em uma boa posição no Google e realmente assim como foi bem escrito aqui não é fácil não, se tivesse um $$$ sobrando testaria o Facebook Ads

  11. Leandro Andrade

    Rafael muito bom o artigo e bem esclarecedor!
    Como citado no artigo não existe tráfego grátis, ou você investe tempo em criação de conteúdo ou investe dinheiro para comprar tráfego para o seu site.
    No meu ponto de vista o tráfego pago é muito mais rápido, porém eu acho arriscado, pois você pode investir determinado valor e não ganhar nada, como já aconteceu comigo em campanhas no Facebook.
    Já no tráfego orgânico, o que vai fazer você chegar no topo é um bom trabalho de SEO, seja ele feito pelo próprio dono do site ou por um profissional, mas eu prefiro esse porque a médio e longo prazo é o que irá rentabilizar um negócio online.
    Também tenho um blog e tenho investido em tráfego orgânico e afirmo se fizer um trabalho bem feito o tráfego tende a ser crescente e constante.
    Agora isso vai de cada pessoa, mas tráfego orgânico leva tempo, porém a rentabilidade é muito melhor.

    1. Rafael Cruz Autor do Artigo

      Verdade Leandro. Eu também sempre me inclinei mais para o tráfego orgânico. Minha audiência vem, em maior parte, de tráfego orgânico.

      Sempre é bom investir em bom posicionamento no Google e não ficar dependente de fontes pagas.

      Obrigado pelo comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *