Marketing de relacionamento: como revolucionar seu negócio e evitar a falência

Por | março 4, 2019
marketing de relacionamento

Você ainda não aplica o marketing de relacionamento na sua empresa?

Nem sabe o que é e como funciona esse tipo de marketing?

Então é fundamental que você aprenda agora mesmo tudo que puder a respeito.

Pois o marketing de relacionamento pode evitar a falência do seu negócio.

E é justamente isso que vou te ajudar a fazer neste artigo.

Vou apresentar aqui não apenas o que o marketing baseado no relacionamento é, mas como usá-lo para transformar o seu negócio.

Então, é muito importante que você leia as próximas linhas deste conteúdo até o final.

Confira agora!

O que é o marketing de relacionamento

O objetivos principal do marketing de relacionamento é fidelizar o cliente e melhorar a reputação da marca da empresa.

No entanto, essa talvez não seja a definição (mesmo que correta) mais precisa para abranger tudo a respeito de marketing de relacionamento.

A tarefa prioritária do marketing de relacionamento é manter o cliente ligado à empresa.

Ou seja, é a fidelização dos clientes que já adquiriram seus produtos e serviços à sua marca, à sua empresa.

Justamente por isso o marketing de relacionamento é tão importante.

Pois de acordo com o maior expoente do marketing do último século, Philip Kotler, manter um cliente é sete vezes mais barato do que conseguir um novo.

Além disso, clientes fiéis que consomem com frequência seus produtos ou serviços geram receita recorrente para o seu negócio.

E mantém a empresa com as contas saudáveis, com capacidade de investimentos em expansão e inovação, entre outras vantagens.

Porém, não se pode resumir o marketing de relacionamento como simplesmente manter clientes.

Afinal, nenhum consumidor vai continuar ligado a uma empresa que busca apenas vender.

O marketing de relacionamento também deve estar pautado na busca do desenvolvimento de uma relação entre empresa e consumidor.

E que seja benéfica para ambas as partes, valorizando adequadamente os clientes além do seu potencial de consumo.

A empresa precisa enxergar que o consumidor é mais do que uma fonte de receita.

Mas agora que você já sabe o que é o marketing de relacionamento e seus principais objetivos, descubra como isso precisa ser feito para gerar o melhor resultado possível.

Como fazer marketing de relacionamento corretamente

ações fundamentais para o uso correto dessa estratégia

marketing de relacionamento

Como disse anteriormente, o marketing relacional não tem como objetivo apenas manter e fidelizar clientes.

Mas sim desenvolver uma boa relação com os mesmos, até o ponto onde os próprios consumidores promovam a empresa, indicando no popular “boca a boca”.

Ou seja, mais que clientes, esse marketing visa criar fãs da marca ou empresa.

E para chegar nesse ponto, todo negócio precisa tomar algumas importantes ações para realizar um eficiente marketing de relacionamento.

Eu separei algumas delas abaixo, para que você possa entender melhor como são feitas.

Obs: Para ficar claro, é preciso conhecer muito bem sua base de clientes, conhecer seus gostos e demandas, para que suas ações deem resultados consistentes.

Atendimento eficaz e de excelência

Por mais que seja óbvio, é sempre importante frisar a necessidade de um atendimento de grande qualidade ao cliente.

Isso porque o objetivo máximo do marketing de relacionamento é conquistar um fã e fidelizar seu cliente.

Mas para isso, uma relação agradável tem de ser criada e mantida.

E sinceramente, como é possível ter tal relacionamento se o seu atendimento ao cliente for ruim?

Pois é, portanto, tenha sempre o máximo de cuidado e atenção com a sua base de clientes.

Eles irão perceber esse cuidado, e passarão adiante a imagem de que o seu negócio realmente valoriza cada um de seus clientes.

O que vai atrair, de cara, clientes de concorrentes que confiam nessas pessoas e estão descontentes com o atendimento de quem compete com você no mercado.

Interações por meio de redes sociais: mantenha-se sempre ativo e comunique-se com seus clientes e público-alvo

Você já deve ter reparado que empresas gigantes do mercado, como a Netflix, estão presentes de forma constante nas principais redes sociais.

Não é nada difícil encontrar um tweet da empresa que tenha viralizado.

Isso também é marketing de relacionamento, e a sua empresa precisa praticar.

Crie perfis da sua empresa em todas as redes que queira usar para comunicar-se com o seu público, e publique com frequência.

Nem que seja um post por dia, mas mantenha-se ativo nessas redes.

Algumas opções de posts são:

  • Tirar as dúvidas dos clientes e público-alvo pelas redes sociais usadas;
  • Criar interação com sua audiência, usando enquetes, fazendo perguntas (essa é uma boa forma de descobrir o que pode ser feito para agradar ainda mais o seu público alvo específico);
  • Publicar vídeos com demais finalidades, desde algo como uma campanha publicitária, até memes para descontrair e rir com seus fãs.

Programas de fidelidade

Outra boa estratégia de relacionamento é investir na criação e consolidação de programas de fidelidade.

Eles, quando bem feitos, podem gerar receita recorrente para a empresa, além de um relacionamento mais firme com os clientes.

Claro, é preciso pensar e planejar corretamente o que será oferecido nestes planos de fidelidade. Assim como suas regras, funcionamento e sistema de acompanhamento do programa.

Marketing de relacionamento: porque não fazê-lo pode levar sua empresa à falência?

falencia

Mesmo agora, sabendo o que é e como realizar ações de marketing de relacionamento, você pode estar achando que talvez seja dispensável.

Porém, é importante entender que não fazê-lo te impossibilita de se comunicar com o seu cliente e conhecê-lo melhor.

E isso pode gerar consumidores insatisfeitos, que podem migrar para a concorrência com muito mais facilidade.

Fora que, com a fácil acesso à informação hoje, o potencial de perda de clientes é gigantesco, dependendo do nicho no qual a sua empresa atua.

Esse distanciamento entre sua empresa e o seu público consumidor pode levar a sua empresa a uma crise séria, culminando até mesmo na falência da empresa

Compreende agora a importância do marketing de relacionamento?

Na era das redes sociais, onde as pessoas estão trocando mensagens e compartilhando informações e sentimentos a todo instante, é fundamental buscar uma conexão mais próxima com os consumidores.

Hoje em dia as pessoas não consomem apenas pelo próprio consumismo.

Na verdade, nossa sociedade atual usa o consumo de produtos e serviços como uma maneira de afirmar sua própria identidade.

Por isso é tão importante ter relacionamento com pessoas, e não apenas com números.

Agora, você também tem que pensar por si próprio… o que você tem a dizer sobre o assunto?

Você acredita que o marketing de relacionamento realmente pode fazer a diferença em um negócio no mundo de hoje, seja ele digital ou físico?

Deixe sua opinião no campo de comentários abaixo e contribua com o assunto!

2 comentários em “Marketing de relacionamento: como revolucionar seu negócio e evitar a falência

  1. Luiz Tuschinski Neto

    Sempre acreditei nisso. Fui vendedor de serviços, treinamento e também computadores numa multinacional americana. Depois fui vendedor de equipamentos e serviços da Xerox do Brasil. Na sequencia també, trabalhei com vendas de informações de PF e PJ na Equifax, e Boa Vista Serviços. Como sempre tive uma carteira de clientes para atender, nunca descuidei de estar presente no cliente e manter um relacionamento direto e constante, pois sempre acreditei que, se estou presente no cliente, serei lembrado e, assim, a concorrência não vai me incomodar.
    Excelente este artigo, Rafael, como os demais. Muito bom! Abraço forte

    1. Rafael Cruz Autor do Artigo

      Grande Luiz! Com essa experiência toda em vendas, você sabe mais do que ninguém do poder que o relacionamento tem para sustentar carteiras de clientes! Grande exemplo! Obrigado pela participação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *