Coronavírus e o Impacto nos Negócios Digitais

Por | março 22, 2020
coronavírus

Coronavírus: Um vírus, que chegou de fininho na cidade chinesa de Wuhan e que, em velocidade recorde, se espalhou por todo mundo, causando terror e isolamento de cidades e pessoas como nunca antes visto por essa geração.

Além da tragédia da doença, onde mais de 13 mil pessoas já morreram (até este mês de março de 2020), negócios estão quebrando, pessoas estão sendo demitidas, bolsas mundiais em queda histórica… e isso tudo é só o começo da pandemia.

E agora? O que fazer em meio ao caos do Coronavirus?

Várias pessoas já vieram me fazer esta pergunta, inclusive no meu grupo do Telegram, o Nerd Valley, onde deixei um audio para os seguidores, contando a minha visão disso tudo.

Em primeiro lugar, é preciso dizer que isso não é um fato inédito. Veja isso: 

Em 1918, logo após a 1º guerra mundial, tivemos a última grande pandemia no planeta, que foi a gripe espanhola, espalhada no mundo no retorno dos soldados para suas terras.

Na época, éramos em 1 bilhão e 800 milhões de terráqueos. E morreram 50 milhões (mais do que a Grande Guerra, inclusive).

Apesar dos números assustadores, sobrevivemos.

Cuidado com as Fake News e “conselhos fake” sobre Coronavirus

O segundo ponto de atenção que quero trazer aqui é que você tome cuidado com tudo que está ouvindo sobre o Coronavirus.

Entre fake news e notícias super otimistas de certos gurus, nem tudo é o que parece. Estamos no momento de sermos mais realistas. E parar de alucinações.

Está sendo dito no mercado que, com a quarentena, muitas pessoas estarão de bobeira em casa. 

Essas pessoas afirmam que isso seria maravilhoso pra quem trabalha com ensino à distância, pois é a oportunidade de vender seus atuais cursos como você nunca vendeu antes.

Mentira.

Vamos pensar um pouco, com o pé na realidade.

É verdade que as pessoas, estando em casa, sem ter o que fazer, vão estar muito mais conectadas à internet. 

Mas isso não quer dizer que elas estão com a mão na carteira, loucas para comprar tudo o que tem pela frente. 

As pessoas não estão dispostas a comprar…

As pessoas estão receosas quanto a permanência nos seus empregos, quanto ao futuro do seu negócio etc. Por isso, esse é o momento de segurar o dinheiro e não de gastá-lo.

Tanto é verdade que as pessoas estão compartilhando freneticamente no WhatsApp e outras redes, notícias de grandes empresas de educação que estão liberando cursos gratuitos para quem está em casa. Ou seja:

Elas querem sim aproveitar o tempo pra aprender, mas sem gastar nada ou, preferencialmente, gastando o menos possível.

Ninguém sabe (nem os especialistas) quanto tempo ao certo essa crise do Coronavírus e reclusão social podem durar. Mas, estima-se em 5 meses. 

Por não saberem ao certo, as pessoas ficam com medo de se arriscar.

A Solução que eu Recomendo pra Você Enfrentar o CoronaVirus

A sua primeira iniciativa neste momento (que eu recomendo fortemente), é você fazer campanhas de branding. Pois, se você já sabe que as pessoas estarão mais tempo na internet, então você precisa APARECER pra elas o tempo todo! 

Campanhas de branding são super baratas pelo Facebook e farão toda a diferença para a sua autoridade neste momento.

Mas… chegaremos em um momento, depois de 1 mês após início da quarentena do Coronavirus, que o dinheiro vai faltar no bolso dos brasileiros. E eles vão buscar insanamente uma maneira de fazer um trocado sem sair de casa.

Mas calma… Essas novas pessoas que você vai alcançar com o branding não irão procurar pelos seus cursos de R$ 500 que você tem no Hotmart. 

Elas não estão dispostas a investir esta grana em compras não essenciais. Assim como também não estão buscando grandes estratégias complexas para ganhar dinheiro.

Ela vai buscar algo simples, dentro do contexto que ela já conhece e se sente segura.

Exemplo, ela vai buscar uma maneira de produzir lanches ou quentinhas em casa e vender pelo ifood. Ou encontrar uma maneira de ganhar dinheiro fazendo entregas com a sua bike. Coisas simples, na realidade delas. 

Crie um Produto Simples e Extremamente Barato

Se você criar um produto simples, adequado ao contexto da crise, e de baixíssimo investimento (até R$ 50) você pode virar o seu jogo.

E esqueça aquilo que você sempre ouviu dos grandes gurus. De que você precisa se posicionar com um produto caro. 

Isso era verdade fora da crise. Mas agora não é mais. 

E enquanto estivermos na crise do Coronavírus, você precisa se reinventar e criar produtos super baratos que resolvem de forma extremamente simples o problema de pessoas à sua volta.

Esse é o momento de buscar as soluções mais simples e econômicas para seus clientes.

Um dia voltaremos a nos posicionar com produtos mais caros. E hoje, em meio ao Coronavírus, o caminho é fazer caixa para sobrevivência de todos.

Essa é a possível saída que eu enxergo para muitos empreendedores que hoje, estão preocupados com o futuro dos seus negócios.

Adoraria ouvir a sua posição sobre esse assunto. Vamos continuar esta conversa no meu grupo do Telegram?

Que a força nerd esteja com você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *