Como Planejar Emails que Convertem

By | julho 22, 2020
emails que convertem

Você sente que precisa aumentar suas conversões mas ainda não sabe como planejar emails que convertem?

No artigo de hoje, quero ter um papo reto contigo a respeito de como planejar emails que convertem. Que trazem resultados imediatos pra você.

Resultados como:

  • Maior abertura dos emails
  • Mais cliques no link
  • Mais vendas

E eu sei que, você que já tem lista, às vezes fica sentado aí em frente ao seu computador, e gasta horas pensando no que escrever pra sua audiência.

E, depois de todo esse esforço pra criar um email, você envia e parece que ninguém liga: quase ninguém abre, raríssimos clicam no link e, na maior parte das vezes, nenhuma venda acontece.

A ideia deste artigo é trazer pra você um método pra te ajudar a planejar emails mais poderosos. Emails que convertem pra você.

As 3 Regras de Responsabilidade dos Emails que Convertem

Chamo esse método de “As 3 Regras de Responsabilidade”. Ele consiste em você planejar um email tendo em mente SEMPRE as responsabilidades de cada um dos 3 elementos que levam a uma conversão a partir de um email:

Esses elementos são:

  • O assunto do email
  • O corpo do email
  • a landing page / página de venda

Os empreendedores digitais de mais resultado sabem que cada um desses elementos só podem exercer UMA RESPONSABILIDADE para serem efetivos e planejam seus emails com isso em mente.

Já os empreendedores frustrados, que não conseguem vender pra sua lista, não sabem disso e acabam atribuindo VÁRIAS RESPONSABILIDADES para cada um desses elementos, ou PIOR, dando as responsabilidades ERRADAS para eles, tornando seu mail fraco e sem resultados.

Então para planejar emails que convertem, vamos falar da responsabilidade de cada elemento, separadamente.

1º Regra: Assunto do Email

A única responsabilidade do assunto dos seus emails é VENDER a vontade do leitor ABRIR o email.

Não tente vender no assunto a vontade da pessoa em CLICAR no link que você deixou lá dentro, ou em comprar o seu produto. Venda a ideia dele ABRIR o email.

Existem 2 tipos bem interessantes de assunto que ajudam nesta responsabilidade:

  • Oculto: Assunto de email baseado na curiosidade, com o objetivo de fazer a pessoa abrir o email pra descobrir o que ficou oculto no assunto.
  • Direto: Assunto de email baseado em um benefício que o leitor terá após abrir o email.

Alguns exemplos de assuntos do tipo OCULTO:

“Para quem gosta de ver notificações de VENDA REALIZADA sempre que acorda…”

“Porque todo mundo gosta de sorvete”

“Faça isso e Ganhe________ pra sempre”

Alguns exemplos de assuntos do tipo DIRETO:

“Você foi selecionado para uma mentoria com o Nerd – Venda mais por email hoje”

“Eu fiz isso e dobrei meus seguidores no Instagram em 2 semanas”

2º Regra: Corpo do Email

A única responsabilidade do corpo dos seus emails é VENDER a vontade do leitor CLICAR no link.

Você pode aplicar os mesmos princípios citados na regra 1: OCULTO e DIRETO.

Ou seja, sua copy de email pode ter um forte tom de curiosidade ou de ganho real de benefício para fazer a pessoa ter vontade de clicar no link.

Mas atenção: embora o tipo de copy OCULTA (baseado na curiosidade) vai fazer DISPARAR a sua taxa de cliques no link no email, ela traz uma menor conversão na Regra 3 (landing page ou página de vendas).

Para maior conversão na Regra 3, o corpo de email do tipo “DIRETO” trás melhores resultados.

Estrutura de um bom corpo de email

Procure escrever um email que abranja pelo menos 3 blocos de persuasão (seguidos de um CTA cada).

Esses blocos são (nesta exata ordem):

  • CURIOSIDADE
  • BENEFÍCIO
  • ESCASSEZ

Cada fim de bloco, deve acompanhar um CTA com a mesma ideia.

Ou seja, no bloco de curiosidade, o CTA tem que reforçar que o link leva a pessoa a MATAR essa curiosidade. No bloco de benefício, leva a pessoa a GANHAR esse benefício e no bloco de escassez, leva a pessoa a NÃO PERDER a oportunidade.

Exemplo básico:

Oi [NOME],

Preciso dizer que estou um pouco surpreso por você ainda não ter pego isso ainda:

LINK DA OFERTA (CTA 1 – Curiosidade)

Você não vai apenas [INSIRA O DESEJO/RESULTADO que a oferta oferece] mas também vai dar a você a oportunidade que você desesperadamente tanto deseja alcançar para [INSIRA OUTRO DESEJO / RESULTADO aqui]

LINK DA OFERTA (CTA 2 – Benefício)

Então, FAÇA ISSO AGORA antes que esse email se perca nos afazeres do seu dia a dia.

LINK DA OFERTA (CTA 3 – Escassez)

Falamos em breve.

SEU NOME

3º Regra: Landing Page / Página de Venda

O assunto do email fez o seu trabalho: A pessoa abriu o email

O corpo do email fez o seu trabalho: fez a pessoa clicar no link

Agora é a vez da regra 3, cuja responsabilidade é concluir o processo. Levar esta pessoa a fazer o cadastro ou realizar uma compra.

Eu sei que você deve estar achando estranho essa regra, já que uma landing page ou pagina de venda não faz parte da estrutura de um email.

Mas como eu sempre digo: Emails não são canais de vendas, mas canais de pré-venda.

Desta forma, o assunto do email não pode vender um produto para o lead. Muito menos o corpo do email. Eles possuem outras responsabilidades.

O papel da venda cabe ao canal adequado: página de vendas, checkout, webnários, telefone etc.

Então, dentro de uma ação de email marketing onde o objetivo é realizar uma conversão, entenda que a página externa será uma extensão deste email.

É como se esse email fosse uma pessoa que identificou que você tem interesse em determinada solução e te apresenta ao consultor de venda que vai te ajudar no processo de compra.

Unificação da comunicação

Para planejar emails que convertem é fundamental que, desde o assunto do seu email até o título (headline) da sua página de captura ou de venda, a sua comunicação PRECISA parecer a mesma para o lead. Ou seja, a mensagem precisa estar congruente do início ao fim da abordagem desse lead.

Em outras palavras…

  • O design de tudo precisa parecer o mesmo
  • Os benefícios precisam parecer o mesmo
  • A escassez precisa parecer a mesma
  • A oferta precisa parecer a mesma

Quando essa unificação é quebrada em algum ponto entre o assunto do email ao copy da página de destino, a sua conversão vai sofrer grande impacto negativo.

Quando você mantém a congruência da sua mensagem do início ao fim, a pessoa sente que está no lugar certo e fica mais confortável para tomar as ações necessárias que você sugerir (como uma compra, por exemplo) e isso faz a sua conversão disparar.

Portanto, essas são as 3 regras necessárias pra você lidar quando for planejar sua próxima ação de email marketing.

Você verá suas conversões dispararem. Quando isso acontecer, por favor poste aqui nos comentários os seus resultados.

Ah, se você está com pressa e já gostaria de pegar alguns emails prontos pra você testar o que acabou de aprender, então clique aqui e pegue 5 emails prontos grátis do Nerd Rico, de presente pra você.

Que a Força Nerd esteja com você!

P.S: Se você quer aprender a como criar uma comunicação mais eficaz, efetiva e persuasiva não deixe conferir o nosso artigo completo sobre o Poder da Copy.

2 thoughts on “Como Planejar Emails que Convertem

  1. Antonio Gê

    Oi, Amigo. Excelente conteúdo de email marketing. Gostei demais, viu. Parabéns.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *