Storytelling: Como Contar Histórias que Geram Audiência, Engajamento e Lucro

Por | março 2, 2019
storytelling

Olá, tudo bem!? Sim, estamos falando com você mesmo que está lendo esse texto. Você já ouviu falar sobre o termo storytelling?

Não!? Ok, isso não tem problema. Vamos falar muito sobre o tema nesse texto.

Mas antes de falar sobre storytelling, queremos contar a história da técnica e do técnico.

Após essa história, pouco a pouco você vai entender, na prática, no que consiste o storytelling.

Afinal, quem não gosta de uma história bem contada, daquelas que te prende, te cativa e te faz aguardar todo o desenrolar, só para saber o que vai acontecer no final!?

Fique atento, então, a cada ponto desse artigo.

No final dele você vai querer ir correndo se inscrever no nosso curso gratuito de storytelling.

Confira agora!

Storytelling: o técnico e a técnica

Era uma vez o era uma vez.

Sim, porque faça-me o favor, essa coisa de “Era uma vez” está mais do que batida, não é!?

O técnico, convenhamos, não sabia disso.

Já a técnica, sim.

Para falar a verdade, essa é a história de como tudo começou.

Técnico e técnica ainda não se conheciam.

O técnico era mais tradicional. Vivia a sua vida cotidiana, tudo mais do que o mesmo.

E não sentia que a roda do mundo girava e que as coisas estavam mudando a cada dia na vida dele.

Já a técnica, não. Essa era moderna, antenada, e se havia uma coisa que essa menina não era é acomodada.

Pois bem, sentindo a necessidade de se atualizar e vendo que as coisas no mundo estavam se transformando com velocidade, o técnico resolveu se mexer.

Dilemas…

— Mas para onde eu vou? — era o primeiro pensamento do técnico ao procurar a melhor maneira para atualizar-se.

Foi aí que o técnico decidiu fazer valer a renovação digital.

Ele conheceu um site muito bom, um tal de Google.

O técnico, então, não usou o buscador.

Ele não acessou nenhum site de relacionamento, mas mal sabia ele que aquela busca o levaria ao seu par perfeito: a técnica.

Ela, por sua vez, seguia firme e forte. Disponível para quem quisesse chegar e a conhecer um pouco mais.

Embora muito atraente, alguns passavam batido por ela.

Já outros não percebiam, muitos só se lamentavam e pouquíssimos davam a atenção que a técnica realmente merecia.

O técnico, então, chegou e quis saber um pouco mais sobre a mocinha que tentava impressionar.

Ele leu sobre ela, descobriu coisas que ele nem imaginava que estava acontecendo no mundo em que os dois viviam.

O técnico também ficou impressionado, por sinal, com o quanto a técnica era antenada e observadora comportamental.

Na verdade, foi ali que o técnico iniciou a sua trajetória para ser técnico, antes ele era só mais uma pessoa qualquer.

O interesse do (futuro) técnico pela técnica foi tão grande, que ele não resolveu ficar apenas naquele primeiro encontro.

Ele queria saber mais sobre ela, e foi atrás.

Tanto que o técnico descobriu que poderia entrar em um curso que falaria só sobre a técnica, sem precisar tirar um centavo do bolso.

E, daí pra frente, ele virou o técnico que todos conhecemos. Especialista na técnica, e o curso que um dia ele fez, hoje ele pode até dar aulas.

O casamento entre técnico e técnica concretizou-se e rendeu muitos frutos ao casal, sendo esses frutos muito bem administrados pelo técnico.

Storytelling, o conceito da técnica

storytelling

Se você pescou o conceito de toda história, parabéns.

Se não, guarda ela aí no bolso, porque no final desse texto tudo vai fazer sentido.

O fato é que esse artigo é um exemplo claro de storytelling.

Não porque ele simplesmente tem uma história, mas essa história busca levar a uma ação.

Ok, a tradução livre da palavra storytelling é “contar história”.

Mas os meios de comunicação e a publicidade transformou esse conceito de contar-se história em uma arte de vender ideias.

Todos nós possuímos gatilhos emocionais e o storytelling é Phd em ativar esses gatilhos.

Levando o seu público a uma ação movida pela emoção de maneira instantânea.

Storytelling no marketing digital

Com o advento da internet, ostorytelling tem servido para gerar engajamento para blogs, vlogs e redes sociais.

Através dessa técnica, você pode promover produtos e serviços com resultados inimagináveis

Além de motivar colaboradores, engajar público-alvo, gerar autoridade à sua marca etc.

Por meio de storytelling, histórias são transformadas em ideias.

E essas narrativas acabam impactando diretamente quem desfruta, gerando ações automáticas e instantâneas.

Como engajar o seu público por meio de storytelling?

Antes de você pensar em storytelling, você precisa pensar no seu público.

Você sabe quem ele é? Quais são os seus gostos? Os seus anseios? As suas dúvidas? O seu perfil?

É justamente isso que faz com o seu público envolver-se com a sua história.

Um case de sucesso que lembramos logo de cara quando falamos de storytelling é justamente a Coca-Cola.

Ela traz sempre em suas propagandas histórias cativantes e emocionantes que liberam uma sensação de motivação e momentos especiais.

Bingo! Gatilho emocional ativado e você “Vive o lado Coca-Cola da vida”, “Vive a felicidade”, enfim…

O que um bom storytelling precisa ter?

Um storytelling eficiente precisa ter, basicamente:

  • Personagens que assemelham-se ao perfil do seu público-alvo;
  • Um enredo que esteja dentro da realidade do seu público-alvo;
  • Uma problemática que remeta o motivo em que o seu público procura a sua empresa;
  • Soluções que remetem o seu público e a sua empresa com uma visão otimista.

Esse caminho, por sinal, é traçado em diversos filmes de heróis, podendo ter, inclusive, uma sequencialidade.

Para você que está interessado em se jogar de cabeça no fantástico mundo de storytelling, é interessante que você conheça a “Jornada do Herói”, método muito interessante para construir-se bons storytelling.

E se de forma prática um bom storytelling precisa ter os fatores listados acima, de forma conceitual precisa:

  • Ser visual, mesmo que não seja veiculada em algo visual (por exemplo, quando um texto, mesmo não ilustrando a situação, leva o leitor ao cenário da história);
  • Usar diálogos reais, que conduzam o seu público-alvo à sua realidade;
  • Despertar emoções certeiras do seu público-alvo, para que eles sejam levados à ação.

E se dissermos que você é o técnico e storytelling é a técnica?

Você não percebeu isso ainda? Sim, você é o técnico e a storytelling é a técnica.

Você é o cara que chegou aqui devido a uma necessidade de atualização e viu na storytelling uma técnica perfeita para aplicar em seus negócios.

E nós garantimos para você três coisas.

1. A partir do momento em que você conheceu storytelling, toda a sua concepção de escrita vai mudar positivamente.

2. Ainda é só o começo para que você se torne um especialista na técnica de storytelling.

3. O primeiro e mais importante passo foi dado.

Como dissemos na história, o casamento entre técnico e técnica constitui-se na união do par perfeito e que tende a dar muitos frutos ao casal.

Não perca tempo e busque ser o verdadeiro técnico que vai usar da melhor forma as estratégias de escrita de storytelling.

Para isso, não perca tempo, inscreva-se no curso gratuito sobre storytelling que disponibilizamos para que você e a técnica finalmente vivam felizes para sempre.

Clique no link abaixo e saiba mais sobre o curso gratuito.

Quero conhecer o curso gratuito de storytelling

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *