Os Melhores Produtos para Vender na Internet

Por | junho 9, 2017

Eu adoro a internet. Mais pelas possibilidades que ela nos traz do que por qualquer outra coisa. E uma destas possibilidades é de ganhar dinheiro vendendo produtos em sair de casa (na maior parte dos casos).

No entanto, muita gente até vislumbra isso, mas esbarra em algumas dificuldades, por não saber como encontrar um bom produto para vender, ou não saber pra quem vender esses produtos.

E neste artigo, eu vou esclarecer pra você sobre vendas na internet, produtos e clientes. Você vai terminar de ler este artigo querendo colocar o seu primeiro produto à venda online!

Vamos lá?

O que é um bom produto para vender?

Existe um conselho muito popular entre os sites que falam de vendas online, de que um bom produto pra vender é aquele que tem alta demanda. Ou seja, basta você encontrar os produtos mais vendidos que eles serão ótimos produtos para você vender também.

Mas será que é só isso mesmo?

O fato de um produto ter muita demanda não significa certeza absoluta de sucesso em vendas pra você.

Na verdade, existem mais fatores nesta equação. E de forma geral, quero deixar uma ideia pra você refletir comigo. A ideia é:

Um bom produto é aquele que resolve um problema específico de uma audiência específica.

O vendedor (no caso você), é apenas a ponte entre esses 2 elementos.

Agora, vamos olhar para alguns fatores de forma isolada.

Produto: Ele realmente resolve um problema específico de um grupo de pessoas? Ou só vende muito porque tem um bom marketing por trás?

Problema Específico: Que problema seria esse que ele resolve? Você tem domínio sobre esse problema (é um especialista sobre isso?)? Se não é, ao menos TEM INTERESSE em aprender sobre esse problema/solução para ajudar seus clientes ou só está em busca de dinheiro fácil?

Audiência Específica: Quem são essas pessoas? O que elas exatamente esperam resolver? O que elas não tem que você poderia oferecer e resolver o problema delas? O produto realmente traz a solução perfeita para as necessidades desta audiência?

Como vê, não se trata apenas de encontrar um produto campeão de vendas.

Ainda sim, você pode estar se perguntando: Ok, entendi o conceito. Mas na prática, onde encontro esses produtos e os clientes para eles?

Perfeito questionamento. Então vamos por partes. Comecemos pelos produtos.

 

Onde encontrar bons produtos para vender

Existem alguns marketplaces para você encontrar bons produtos para vender. São eles:

MercadoLivre: Neste conhecido portal de compras e vendas, você tem uma infinidade de produtos sendo vendidos. Você pode navegar pelo site em busca de inspiração. Conhecer os produtos mais vendidos, saber o que as pessoas falam sobre eles e tentar descobrir que tipo de problema aquele produto resolve.

Uma vez que você identifica os tipos de produtos que deseja vender, seu próximo passo é encontrar um fornecedor que te venda mais barato (para que você revenda) ou fechar um acordo de representação para ganhar uma comissão sobre a venda de cada produto.

Ebay: Tem o mesmo princípio do MercadoLivre, mas é um portal global. Site interessante para quem pretende trabalhar importando bugigangas do exterior.

 

Aliexpress e DealXtreme: São marketplaces chineses, mas que, como já é de se esperar de algo da China, VENDE-SE DE TUDO. Você pode fazer a sua pesquisa por eles também, lembrando que se trata de sites internacionais e estarão em inglês. Esses sites são mais interessantes para quem pretende trabalhar importando bugigangas do exterior.

 

Hotmart: É um portal de negócios específico para infoprodutos (produtos 100% digitais, geralmente cursos e treinamentos). Lá você pode identificar os produtos mais quentes (termo usado pelo site para mostrar o grau de interesse do mercado para aquele produto), informações sobre o produto e reviews de clientes.

No Hotmart, você não compra pra revender. A ideia é você se afiliar ao produto para ganhar uma comissão toda vez que você indicar aquele produto para alguém comprar (e a venda for realizada).

Lá você também tem a possibilidade se vender o seu próprio infoproduto e convidar outros usuários para se afiliarem ao seu produto e ajudar a promovê-lo.

Eduzz e Monetizze: Possuem o mesmo princípio de funcionamento do Hotmart. Aliás, são seus concorrentes.

Nota: Sentiu falta de algum outro marketplace que eu não tenha citado? Fale lá nos comentários.

Agora que você já sabe onde pesquisar pelos produtos, vamos falar sobre os clientes.

Pra quem vender esses produtos?

Se alguém te falar (ou você ler em algum lugar) que basta anunciar seus produtos em sites gratuitos do tipo classificados que seus produtos serão vendidos instantaneamente…

… então não confie na destreza dessa pessoa no assunto marketing.

Para obter uma renda de verdade com vendas, é necessário saber pra quem vender esses produtos. E para isso é importante aprender algumas técnicas de marketing digital.

E conhecer o seu potencial cliente faz parte do marketing.

Saber onde encontrá-lo também.

E a maneira mais eficaz e gratuita que existe é idealizar um perfil ou segmento de pessoas e pesquisar os lugares que essas pessoas frequentam. Ex: se você pretende vender pranchas de surf, supõe-se que seus potenciais clientes sejam surfistas ou sejam entusiastas em surf.

O próximo passo é identificar os lugares que essa pessoa frequenta na internet: grupos sobre surf no Facebook, lojas especializadas, fóruns etc. Nestes lugares você vai encontrar ricas informações sobre o comportamento, interesses, desejos e dificuldades que essas pessoas possuem.

Com estas informações em mãos e sabendo por onde circula seus potenciais clientes, o seu próximo movimento deve ser estar presente nestes lugares e conversar com eles de modo a ajudá-los a resolver seu problema. Caso o site em questão seja um classificados ou grupo de desapega, você deve escrever o seu anúncio usando as informações que você já descobriu em sua pesquisa prévia.

Deste modo você estará aumentando enormemente as suas chances de realizar vendas para estas pessoas.

Por que?

Porque você estará falando EXATAMENTE o que ela precisa ouvir. E isso por si só vai convencê-la a procurar a sua solução.

Portanto, nunca deixe de ouvir e entender as necessidades do seu potencial cliente.

 

Espero que você tenha gostado deste artigo. Adoraria ver o seu comentário aqui embaixo falando sobre o que você acabou de ler e sobre o que você gostaria que eu falasse num próximo artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *