Como Iniciar um Negócio do Zero sem Investir Dinheiro

Por | junho 11, 2017

negocio sem investirOutro dia eu estava no NerdCar a caminho da casa da minha sogra quando a srta. Nerd Rico virou para mim e perguntou:

– Rafa, como é que se começa um negócio do zero? Tem como eu começar alguma coisa sem investir dinheiro?

Taí uma pergunta bastante comum. Qualquer pessoa que vislumbre a ideia de ter um negócio próprio já se perguntou isso um dia.

Bem – respondi – a primeira coisa que você precisa saber é que existem 2 tipos de investimentos: de dinheiro e de tempo.

E não. É ingênuo achar que você vai montar um negócio do zero sem investir algum desses elementos – continuei.

 E aí expliquei para ela exatamente o que eu vou escrever para você aqui embaixo:

Se você quer ganhar dinheiro sem assumir riscos, a única opção que você tem é arrumar um emprego (onde alguém vai te pagar para exercer alguma função), que oferece uma renda mensal sem você precisar alocar capital para dar início às atividades (afinal seu patrão já fez isso e por isso o negócio é dele).

 Quaisquer outras opções que você pense, envolverá SEMPRE um risco (pequeno ou grande) que exigirá um investimento (pequeno ou grande).

Até mesmo para vendas diretas, como Avon, Demillus, Hermes, ou para Marketing Multinível, é necessário fazer investimentos. Mais baixos, é verdade, mas não é tudo um mar de rosas como te prometem no início.

E como é aplicado esse investimento?
Se o investimento é em dinheiro, você pode aplicar em diversos níveis: estoque inicial de produtos, cursos para aprender uma nova habilidade ou para aprender a vender, montagem e treinamento de uma equipe, equipamentos para operacionalizar o seu negócio, custos para a publicidade etc.

E se você estiver pensando: ah, mas muitas das coisas eu posso fazer sozinho no início. Já economizo uns trocados.

Aí eu te pergunto: você está montando um negócio ou um emprego para você?

Pois a visão de se fazer tudo sozinho recai em nosso segundo tipo de investimento:

O investimento de tempo
Aí é mais complicado, pois esse investimento todos esquecem de mensurar (porque está todo mundo vidrado em dinheiro, dinheiro, dinheiro…). Eu diria que esse é o mais importante e o que exige mais paciência.

Sabe por que?
Porque se você perder dinheiro em um mal negócio, sempre terá um jeito de recuperar de novo o que você perdeu. Mas se você perde o seu tempo… vai perder para sempre, parceiro. Ele é irrecuperável.

E o investimento de tempo se dá em planejar o seu negócio, seus produtos, as campanhas que você irá realizar (ou acompanhar), o treinamento da sua equipe, o seu aprimoramento (em cursos e seminários), fazendo networking etc.

Eu sei.

Eu sei que esse artigo foi meio que um tapa na cara que eu dei, né?

Eu sei também que você pode estar pensando: Ei! Existem outras formas de iniciar um negócio sem investir dinheiro do seu próprio bolso.

Sim, é verdade. E prometo que falarei para você sobre isso num futuro não muito distante (até porque isso é um dos assuntos que eu pesquiso em minha tese).

No entanto, ANTES d’eu encher o seus olhinhos com a oportunidade de dinheiro fácil, eu preciso que o seu mindset mude. E por isso escrevi esse artigo.

De nada adianta um p[censurado pela educação do Nerd Rico]a investimento na sua mão, se você não consegue ter a real visão de negócios. Se você pensa como empregado ou focado em quanto vai ganhar no final do mês, acredite: você vai se frustrar, vai quebrar antes mesmo de começar.

Ter um negócio é MUITO mais do que ganhar dinheiro. É fazer a diferença na vida das pessoas. É facilitar, é entreter, é curar, é educar… sei lá… tem tantas coisas que podemos fazer de bom para nossos semelhantes.., por que o nosso objetivo precisa ser só ganhar dinheiro?

Prova do que eu estou dizendo são as estatísticas dos ganhadores da loteria. EM QUALQUER LUGAR DO PLANETA, 90% dos novos milionários estão quebrados e desequilibrados emocionalmente 24 meses após ganharem o prêmio.

O que é isso, maldição?
Não. É não dar destino certo ao dinheiro que recebeu. O que fácil chega, fácil vai. Porque quem recebe tudo de mão beijada (isso é uma expressão carioca…), não dá valor ao que tem nas mãos e, quando percebe, geralmente é muito tarde.

Bom, meu amigo ou minha amiga. Assim como na semana passada, fui intuído novamente para dar um gás de motivação em você. E por isso escrevi esse artigo para ajustar o seu mindset e não para ensinar algo de concreto em marketing.

Peço que reflita agora sobre o seu atual negócio (ou sobre a ideia que tem para um negócio futuro) e procure analisar quais são suas reais intenções com ele e se a sua ideia, produto ou serviço pode fazer a diferença na vida das pessoas.

Até a próxima.

BANNER NERD 720

5 comentários em “Como Iniciar um Negócio do Zero sem Investir Dinheiro

  1. Andrea Fiuza

    Muito bom Rafael, o modelo mental formatado para ser empregado jamais dá certo para ser empreendedor. Se não formos “modificados” antes vão se passar muitos anos e oportunidades até que a ficha caia e se comece a investigar as causas do insucesso.

  2. Bhia Beatriz

    Rafael,
    Maravilhoso este artigo. Penso exatamente como você. Podemos fazer escolhas mais acertadas quando investigamos antes a real motivação que nos leva a essas escolhas.
    Grata,
    Bhia Beatriz.

  3. Sergio Martinho

    É sr. Nerd Rico…. sempre tocando no ponto… na ferida.
    Por isso você é O cara… Siga em frente, amigo… não pare nunca, pois você está fazendo exatamente o que se propõe e ensina: ajudar seus semelhantes.
    Abraços nerds, mas ricos em fraternidade. Luz!

  4. Carlos Magno

    Grande Rafael. Sou novo por aqui. Tenho pensado muito sobre meu tempo que quase nao udo pra mim mesmo. Acabei de fazer 40 anos, sou especialista em ferramentas tecnológicas de gerenciamento de projetos, autor, palestrante… e tudo parecia muito bem, até que algum bicho me mordeu esse ano e não sinto mais vontade nem de ir trabalhar… vou forçado. isso é horrível, por que nada sai como deve sair. Minha paixão não está mais ali. Eu tenho uma banda de rock que me distrai um pouco, mas já me peguei pensando sobre como resolver meu problema profissional em cima do palco, em pleno show… pensei que estava pirando, e foi quando eu conheci o trabalho do Érico Rocha. Cara, estou prestes a pedir demissão de uma das maiores empresas do mundo, mas antes disso quero deixar um legado e é aí que seu artigo vem a calhar. Tive uma sacada lendo ele é acho que é hora de registrar tudo que eu sei sobre minha profissão e disponibilizar online, usando marketing digital. Estou empolgado de novo. valeu cara!

  5. Everton Silva Souza

    Muito bom o artigo, descreve fielmente o que ocorre no mercado, como as situações são sempre as mesmas, o que é preciso mudar são os pensamentos e as atitudes….conheci o trabalho do Erico e estou aguardando o próximo curso….parabéns pelo seu trabalho e continue assim um nerde ensinando e bem aos outros….Deus abençoe!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *