9 Dicas de Marketing Pessoal nas Redes Sociais

Por | outubro 30, 2017

Hoje eu falarei de um assunto MUITO IMPORTANTE para a sua vida profissional e também para a sua vida pessoal: Como se portar adequadamente nas redes sociais.

Comportamento Redes Sociais

Certamente você participa de alguma rede social popular (Facebook, Twitter, Orkut…), então, se eu fosse você, ficaria atento às dicas abaixo.

Você pode pensar em dois argumentos para não achar esse tema importante:

1º) eu publico o que eu quiser na minha rede social;
2º) Existem configurações de privacidade para me deixar “tranquilo”.

Cuidado!
Apesar de você poder fazer o que quiser nestas redes, ELAS não pertencem a você! Tudo o que você faz ou fala pode ser usado contra a sua pessoa em qualquer momento (lembre-se que as postagens ficam disponíveis por todo o sempre).

E, apesar dos recursos de privacidade, não se iluda ao pensar que você terá TOTAL controle de quem tem acesso as suas atividades online. Sempre algo vaza e chega aos olhos de quem não deve.

Quando você acessa um perfil de uma pessoa no Facebook, independente de ser amigo dela ou não, você consegue facilmente fazer um raio-x do comportamento dela.

Eu por exemplo, não contrataria uma pessoa para trabalhar comigo se eu vejo, através do perfil dela, que ela é viciada em baladas, que adora se vangloriar das suas bebedeiras com os amigos e adora postar coisas fúteis.

Preconceito?

De forma alguma. Mas imagina você contratar um profissional (que terá as responsabilidades que o cargo exige) e ele chegar no trabalho morgado por causa da festa do dia anterior, ficar desconcentrado e distraído (não será produtivo), ter como prioridade a diversão e não outros assuntos edificantes para ela (vai ter dificuldades para se aprimorar). Se a pessoa não tem esse equilíbrio, não serve para trabalhar comigo e certamente ela também não servirá para trabalhar com você.

Explicado esse pontos, é importante destacar a MAIOR REGRA para comportamento em redes sociais. Sempre que for fazer algo, você se pergunta: eu faria isso se estivesse dentro da sala de aula do meu colégio/faculdade?

Eu faria isso se estivesse em frente a uma plateia de 100 pessoas ouvindo o que eu tenho a dizer? Se a sua resposta for NÃO, então recomento fortemente que NÃO FAÇA o que pensou em fazer na rede social.

Agora sim vamos às dicas:

banner nerd1) Guarde seus Pensamentos para si mesmo
O melhor conselho que eu posso dar é que você mantenha guardada em sua cabeça pelo menos 95% das coisas que você pensa. A grande maioria das pessoas não estão nem aí para o que você acha sobre o buraco em frente a sua casa, ou sobre aquela dor chata no joelho. Evite a tentação de expor o que você acabou de pensar. Quase sempre é uma má ideia falar o que se pensa em uma rede social.

2) Modere a Insistência. Não seja chato!
Algumas pessoas ultrapassam certos limites da educação e não percebem quando estão sendo extremamente inconvenientes.

Se você comentar a postagem de alguém que você não tem tanta intimidade, modere o tom. Não fale com ele como se ele fosse seu grande amigo e não espere retorno sobre o que você está escrevendo.

A pior coisa é a pessoa forçar um contato e ainda ficar cerceando a pessoa na rede para ver quando ela está online para cobrar dela uma resposta. Entenda: se a pessoa não te respondeu, é porque ela NÃO QUER responder ou está deixando pra te responder em hora mais apropriada.

Quando você faz isso, você perde muitos créditos com as pessoas. Isso também vale para aquela mensagem ou recado que você mandou para alguém mais próximo de você.

É comum você mandar um e-mail para a pessoa e, se ela aparecer online no Facebook sem ter respondido seu e-mail, você chama ela pra lembrar ou cobrar a resposta do e-mail. NÃO FAÇA ISSO!

Você corre o risco de levar um fora, se o seu amigo tiver pavio curto. E será um fora merecido.

3) Excesso de Publicação
Modere suas postagens. Não encha a timeline dos seus amigos com as 4.000 fotos que você bateu em Tangamandápio, com os 70 memes que você adorou na Fanpage do Chapolin Sincero ou com as dezenas de pensamentos que te ocorreram na hora do almoço. Isso se chama “floodar” e irrita 10 de 10 pessoas nas redes sociais.

Lembre-se que tudo que você faz na sua timeline no Facebook e no Twitter aparece na timeline das pessoas que te acompanham.

As pessoas que ficam o dia inteiro nas redes sociais produzindo conteúdo, por mais interessante e útil que eles sejam, são vistas como carentes de atenção e com tempo livre de sobra. E nenhuma dessas coisas te ajuda a fazer amigos, a ter uma boa imagem com o seu patrão (ou futuro patrão).

4) Ausência de Respostas
Você não precisa ser um viciado em redes sociais, mas não é educado deixar sem resposta certas interações e citações que fazem a você nas redes.

É claro que, se for como um caso já mencionado acima (uma pessoa que não tem intimidade com você e fala algo sem noção), pode ser uma exceção. Mas não sendo, é altamente recomendado que você dê uma resposta ou pelo menos manifeste que você leu e gostou (um curtir em um comentário alheio resolve).

O seu feedback valoriza a “voz” da pessoa e a faz sentir importante. Agora se a sua intenção é não responder a nada e a ninguém, então encerre suas contas nas redes sociais, pois aí não faz sentido estar por lá.

5) Postagens por Impulso (ofensas, preconceitos, indiretas)
Pense muito bem antes de escrever algo por impulso. É tentador, eu sei. Eu mesmo já cometi esse erro várias vezes no passado.

Uma postagem por impulso pode destruir muitos relacionamentos, render processos judiciais, acabar com uma reputação que levou anos para ser conseguida, causar demissão (lembre-se do gerente da Locaweb, que foi demitido por fazer uma piada de mal gosto com os Corinthianos no Twitter) etc.

As indiretas para outras pessoas são os comentários por impulso mais frequentes. Sei que é difícil (e como sei…), mas tente se controlar. Grande parte dessas indiretas acabam virando arrependimento depois.

6) Humor
Não seja 100% do tempo sério e caxias. Lembre-se do equilíbrio. Faça algumas piadas e compartilhe alguns memes de bom gosto e comentários engraçados de amigos. Use o bom senso para não exagerar no tom e na quantidade de postagens de humor.

7) Comentários de Baixo Calão
Palavrões nunca! Quer falar palavrão? Vá para um estádio de futebol. Mas nunca faça isso em redes sociais. Além de ser extremamente deselegante e pegar mal, alguns palavrões criam uma imagem agressiva da sua pessoa.

8) Palavras em Caixa Alta
VOCÊ SABIA QUE FALAR EM CAIXA ALTA CAUSA A IMPRESSÃO DE VOZ ALTA E ESPORRO?

Agora olhe a diferença:

Você sabia que falar em caixa alta causa impressão de voz alta e esporro?

Viu?

Pois é. Você pode usar a caixa alta para destacar palavras individualmente, pois você realça a importância dela e chama a atenção do usuário, como eu usei na introdução desse artigo. Mas evite a todo custo usar frases inteiras ou, como já vi acontecer, pessoas que só escrevem em caixa alta.

9) Postagens Relevantes
Procure postar de vez em quando informações úteis para seus contatos. Isso aumenta a sua reputação em seu meio. Se você estiver a frente de algum negócio, fale coisas úteis para seu público-alvo.

A medida que as suas dicas e informações esclarecem e resolvem problemas dos seus clientes (ou potenciais clientes), sua reputação aumenta e eles passam a te ver como especialista naquele assunto.

Quando precisarem adquirir um produto ou serviço do seu ramo de negócios, quem você acha que eles irão procurar primeiro? O especialista que eles conhecem, ou seja , VOCÊ!

 Se você gostou dessas dicas e tem algo a acrescentar (ou até mesmo contar uma experiência pessoal sobre o que foi falado), deixe um comentário abaixo. Ele será muito importante para a nossa comunidade.

13 comentários em “9 Dicas de Marketing Pessoal nas Redes Sociais

  1. francisco alves

    É isso mesmo Rafael, eu já sabia disso tudo, mas o que gostei mesmo foi de saber que tanto você como outras pessoas podem ter esta noções básicas de etiqueta na web, e o que é ainda melhor; compartilham isso com os menos avisados.. Valeu pelo artigo, parabéns.

  2. Rafael

    A ideia é exatamente essa, Francisco: tentar levar esse conhecimento para a maior parte das pessoas. Estou até pensando em publicar esse mesmo texto em um outro blog mais voltado para redes sociais. Todo mundo tem que saber se comportar na vida real e na online.

  3. Clarissa Cezário

    Muito bacana! Infelizmente as pessoas que exageram em seus modos nas redes sociais, são as mesmas que ultrapassam na vida real: os “escrachados”. Parabéns pelo artigo!

    1. Rafael Autor do Artigo

      Pois é, né Lindalva? Sonho com o dia que, tanto a internet quanto a nossa vida real, sejam repletas de pessoas educadas e com muito bom senso. 🙂

  4. Deise Anne

    Recentemente, chamei a atenção de alguém próximo a mim a respeito disso… falei sobre a questão da postura e tal, e a pessoa me achou preconceituosa, disse que postaria o que queria..letras pesadas de funk, forró, porque o que ela era na vida pessoal era diferente da profissional.

    Enfim, não me considero preconceituosa, mas acho que as pessoas precisam ter bom senso e querendo ou não vivemos em uma sociedade e precisamos nos adequar a mesma para ter uma boa imagem e alcançar sucesso.

    Adorei o texto Rafael! Parabéns! 😉

  5. José Cleiton

    Sempre muito aproveitador seus conteúdos, Grande Mestre NerdRico. Tenho usado muito tudo que aprendi com você, principalmente no Mega Curso do Copy Expert..

    Forte Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *